Planeta em chamas: estamos em um caminho sem volta? Ouça

As consequências do aquecimento global estão em todo o mundo em forma de incêndios de grandes proporções. Será que ainda dá tempo de reverter essa realidade Ouça o podcast #OAssunto

           

https://www.facebook.com/g1/posts/4401872979864753

- COMBATE À CORRUPÇÃO/A VERDADE:

- O maior programa combate à corrupção foi executado por mim ao não lotear cargos estratégicos, como por exemplo as presidências das estatais.

- A Polícia Federal - PF goza de total liberdade em sua missão. Nunca interferi, e nem poderia, em absolutamente nada.

- No corrente ano a PF contará com mais 600 profissionais, bem como o novo Ministro da Justiça anunciou novo concurso para mais 2.000 vagas.

- Com a troca do Ministro da Justiça, como por um passe de mágica, várias e diversificadas operações foram executadas. A PRF, por sua vez, quase triplicou a apreensão de drogas com o novo ministro.

- Qualquer operação, de combate à corrupção ou não, deve ser conduzida nos limites da lei, e assim tem sido feito em meu Governo.

- Quanto as operações conduzidas por outro Poder quem responde pelas mesmas não sou eu.

- Com orgulho digo: estamos há 18 meses sem qualquer denúncia de corrupção. Isso tem incomodado parte da imprensa e os derrotados de 2018.

. Ministério da Justiça e Segurança Pública


1.1- O Governo do Brasil encaminhou ao Congresso a proposta do Programa de Incentivo à Cabotagem BR do Mar, que objetiva de estimular ainda mais o uso de navios no transporte. Com um novo marco regulatório, o setor que atualmente cresce 10% ao ano, poderá chegar a 30% de crescimento anual.

1.2- A expansão criará novas rotas para escoamento da produção e turismo. Detalhes SEPEC( Ministério da Economia) / Ministério da Infraestrutura / Portos do Brasil

2.1- Publicada hoje no Diário Oficial da União, a Resolução 798/2020 do Contran (Conselho Nacional de Trânsito) altera as regras e os requisitos técnicos para a fiscalização eletrônica de velocidade em vias públicas.

2.2- As mudanças atendem deliberação do presidente Jair Messias Bolsonaro enviada ao Ministério da Infraestrutura em agosto do ano passado, com o objetivo de "evitar o desvirtuamento do caráter pedagógico e a utilização meramente arrecadatória dos instrumentos e equipamentos medidores de velocidade".

2.3- A resolução, os radares do tipo fixo não poderão mais "ser afixados em árvores, marquises, passarelas, postes de energia elétrica ou qualquer outra obra de engenharia, de modo velado ou não ostensivo".

2.4- O radares portáteis, somente serão utilizados por autoridade de trânsito ou agente, no exercício regular de suas funções, uniformizados, em ações de fiscalização, não podendo haver obstrução da visibilidade ou forma que impeça a sua visibilidade.

2.5- A resolução determina, ainda, que a localização dos radares fixos e portáteis seja divulgada pelos órgãos de fiscalização de trânsito nos respectivos sites antes antes de entrarem em operação.


Sim, ainda dá tempo.
As pessoas precisam parar de acreditar que a solução está no macro, nas grandes ações governamentais. Elas contam, e muito, mas, pequenos gestos podem fazer uma grande diferença. Primeiro, comece reduzindo consumo de plástico, evitem produtos com esse tipo de embalagem, troque por produtos sustentáveis, que pensem o consumo até o final da cadeia. Segundo, encaminhem seus resíduos para reciclagem, um gesto muito simples, mas com grande impacto. Terceiro, repense seu modo de vida, meio de transporte, apoio à pequenos produtores, consumo consciente e por fim, ensine seus filhos que nada neste mundo é inesgotável e que todos temos que nos comprometermos com a nossa sobrevivência, a sobrevivência das próximas gerações e o futuro do planeta.



+