Por que cultos e missas são ambientes de alto risco para Covid-19? Entenda

Desde o início da pandemia, registros de surtos de Covid-19 em congregações religiosas se multiplicaram ao redor do mundo. Cientistas explicam o risco

           

https://www.facebook.com/g1/posts/5080806988638012

Não há nada que possa ser dito ou mostrado para os negacionistas que continuam a fazer festas clandestinas. Eu me pergunto que geração é esta imune a qualquer tipo de conscientização, sofrimento, empatia ou ato solidário? Egoístas e individualistas, essas pessoas não se importam com a dor de ninguém. Talvez não se importem nem com eles mesmos. É um tipo de gente que só sobrevive, sem um sentido maior para a própria vida. É uma gente incapaz de exercer cidadania. No Rio, onde jovens que organizam eventos debocharam da fiscalização que combate a Covid-19, quase mil pessoas infectadas aguardam por um leito nos hospitais.
Trabalhadores que não puderam ficar em casa em nenhum momento da pandemia exercem algumas das ocupações que mais registraram aumento nos desligamentos do emprego por morte no Brasil, segundo um levantamento do jornal EL PAÍS com base em informações do Ministério da Economia. Os dados incluem mortes de frentistas de postos de gasolina, operadores de caixa de supermercado e professores.
Em Juiz de Fora (MG), cobradores de ônibus estão morrendo um após o outro, sem que as empresas adotem medidas de segurança para proteger seus funcionários.
O luto de mais de 300 mil famílias não representa nada para os suicidas/assassinos que continuam ignorando a pandemia, se aglomerando e espalhando o vírus. Não se importar com o outro diz muito sobre o tipo de sociedade destrutiva que estamos construindo. Só que o abismo está ficando fundo demais.
Por Daniela Arbex


Na igreja ta indo Pedro e Tiago que o João também já abandonou da pra sentar um em cada banco e sobra lugar kkk
O que o pessoal não entende não é simplesmente pelo fato de ir orar na igreja, igreja tem trabalho social, famílias recorrem as igrejas para ajuda financeira, de alimentos, remédios, roupas e com a pandemia aumentou as famílias que necessitam de ajuda, fora os compromissos que as igrejas já possuem, falo pela minha tem uma casa de recuperação com mais de 80 homens que depende 100% da igreja com todos as necessidades básicas, possuímos campos no Pernambuco que da assistência a famílias carente, ai vem um monte de zé falar que a igreja só quer manter aberta pra ''roubar'' dizimo das pessoas, sem falar da parte espiritual, o aumento de pessoas que procuram a assistência social da igreja por estar desenvolvendo males psicológicos por medo, depressão, ninguém ta pedindo pra fazer culto lotado de pessoas, estão pedindo pra manter aberto o que leva ajuda as pessoas.
O Doria mesmo é a favor de fechar as igrejas mas deu jeito de colocar as empresas dele dentro do que ele julga essencial enquanto milhares de pessoas tem perdido seu negocio, e falo por experiência, meu esposo estava trabalhando em uma obra com mais de 8 mil pessoas em SP, e um dos sócios ? Doria!!! conseguiu deixar varias empresas trabalhando la dentro que não fazem parte do essencial e os funcionários não podem nem se quer contrariar.
Mas é a democracia né ? aqui na minha cidade as festas em rancho não parou, as saídas com amigos e nao fazem nem questão de esconder, mas o povo ta preocupado em fechar igreja, realmente ta todo mundo na mesma tempestade a diferença que tem quem ta na primeira classe outros já estão se afogando sem direito nem a colete salva vidas, realmente é o fim dos tempos....


+