Justiça condena a 18 anos de prisão 1ª mulher acusada de feminicídio no DF

Companheira dela morreu após ter 90% do corpo queimado

           

https://www.facebook.com/g1/posts/5662110337174338

Mesmo com o pacote anticrime proibindo a concessão de saídas temporárias pra autores de crimes hediondos, a condenada poderá estar de volta às ruas em 10 anos pois ela cometeu o crime em 23/09/2019. Antes da aprovação da lei. Cabe lembrar que graças à ação da bancada de esquerda aliada ao centrão(os mesmos que hoje ocupam cargos no governo Bolsonaro), foi retirado do texto ORIGINAL DO NA ÉPOCA MINISTRO SÉRGIO MORO a proibição das saidinhas pros condenados por terrorismo e tortura. Os condenados por crimes hediondos só não terão direito às saidinhas se houver morte da vítima graças às mudanças feitas por eles no texto ORIGINAL. Esse projeto foi entregue por Sérgio Moro à Câmara dos Deputados no dia 19 de fevereiro de 2019 e teve sua tramitação atrasada por Rodrigo Maia pra que houvesse um abrandamento do texto por uma comissão nomeada por ele. https://pt.org.br/oposica...cote-anticrime/


+